O que é ligar o f*da-se? PRÁNA YOGA

O que é ligar o f*da-se? PRÁNA YOGA



Hoje vou falar sobre um livro que é muito falado: A sutil arte de ligar o f*da-se.
O que é ligar o f*da-se? Assista o vídeo e entenda.

Me encontre por aqui:

source: https://kythuatmarketingonline.com

Xem thêm các bài viết về Làm Đẹp: https://kythuatmarketingonline.com/category/lam-dep/

16 thoughts on “O que é ligar o f*da-se? PRÁNA YOGA

  1. AMIGO to tentando me afiliar no seu curso no hotmart mas o não to conseguindo abrir o formulário de solicitação
    neste link:
    https://goo.gl/forms/ZVKTbwna5NUioC8s1
    me ajuda por favor, to montando um projeto e quero divulgar seu curso, OBRIGADO!

  2. Concordo com você. Cheguei a obter este livro (comecei a ler, porém infelizmente, ou não, o esqueci em um lugar público e nunca mais o vi) e o desapego que ele propõe praticamente segue a filosofia do "Não espere nada em troca, o que vier é lucro". Claro que é uma coisa que de fato acontece, mas imagino que viver com essa mentalidade pairando aquilo em que desejamos investir nossa energia, ou a forma como lidamos com estímulos externos, gere uma constante tensão desnecessária, uma indiferença autoimposta. Acredito que a Yoga traga uma vivência mais fluida da vida, como se estar num rio, calmo ou agitado, observando as aguas que vem chegando; aquelas nas qual se banha, se diverte, se desequilibra, (quase) se afoga; e as aguas que se vão rio abaixo. Se uma experiência foi a melhor, o pior, da sua vida, ela vai passar.

  3. Cadê vc, espero que esteja se divertindo e aprendendo algo, sempre é bom,para pessoas como vc que é consciente,aproveite, estamos no aguardo para mais informações de sua pessoa MARAVILHOSA,bjos.OBS.seus vídeos de yoga são especiais,vc é calmo e explica muito bem cada passo,cada respiração,estou amando fazer yoga na sua companhia, Parabéns, aprendo muito.

  4. Um dos principais pontos do livro "A sutil arte de ligar o foda-se" é essa arte sutil de aprender a escolher as coisas que valem a pena serem levadas em consideração. Numa passagem, o livro traz a mensagem de que todos iremos morrer… essa é a única verdade absoluta que temos. Então com o que escolhemos nos importar entre o agora e o dia de nossa morte é o que realmente importa. Ligar o foda-se não é simplesmente excluir pensamentos, ações, emoções e etc, mas saber escolher aqueles sentimentos que de fato valem a pena ser sentidos. Ao perceber que uma sensação não é tão importante, nós conseguimos então direcionar nosso foco e energia para as coisas que realmente valem nosso tempo e, por consequência, nossa própria vida. Quando li o livro também achei muitas partes parecidas com a arte da meditação…

  5. Bom dia! Parece lindo ai…esse barulho do mar, o sol..que ótimo! Curta muito…Carlo realmente ligar o "foda-se" para algumas situações é necessário e conveniente, mas e o aprendizado, a vivência? E somado a isso te pergunto:seria uma fuga? pois sabemos que em muitos casos a resiliência também tem seu lado bom, nos torna mais fortes e sem esquecer que dores, decepções fazem parte da nossa vida, como ligar o foda-se resolve? nos esquivaremos de sentir dores ou as sentiremos resilientemente?Obrigado!

  6. Ontem eu estava até 20h no trabalho (prof em escola pública) e recebi várias críticas de mães de alunos, por causa de uma coisa tão boba (lembrança de festa do dia das mães) e eu tive pela primeira vez a atenção no aqui e no agora, e "taquei" o foda-se. Nunca você será bom para todo mundo, as turmas e as crianças são temporárias e é um excelente exercício de paciência e autoconhecimento estar numa sala de aula. Quanto mais você acha que ensina, menos aprende… É preciso meditar sobre o aqui e o agora para nos preservarmos física e mentalmente.

  7. Concordo em partes. Pois a yoga nos leva ao desapego, porém de forma doce, sutil, bondosa e amorosa ao contrário desse livro que ensina o desapego de forma mais rude, como o próprio título diz, fazendo com que o desapego não seja para obter maior pureza ou elevação espiritual (que é a proposta da yoga), mas apenas para desfazer-se do peso da consciência ao ter que enfrentar determinadas situações.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *